Prémio de Análise Prospetiva José Mariano Gago

José Mariano Gago

Nova data-limite: 31 de janeiro de 2023

O Prémio de Análise Prospetiva José Mariano Gago é promovido pela Fundação Oriente e pelo Instituto de Prospectiva e tem por objetivo estimular atividades de investigação sobre análise prospetiva e o envolvimento de jovens investigadores neste tipo de análise e estudos transdisciplinares, valorizando o legado de José Mariano Gago nesta área, em Portugal e na Europa.

O Prémio de Análise Prospetiva José Mariano Gago é atribuído bianualmente, sob a forma de concessão de um subsídio no montante de 10.000,00 Euros (dez mil Euros) pela Fundação Oriente para a prossecução de trabalhos de investigação e estudos de prospetiva durante um período de até dois anos subsequentes à atribuição do prémio.

Destinatários

Podem candidatar-se jovens docentes e investigadores, de origem portuguesa ou estrangeira, até aos 40 anos de idade, desde que tenham obtido o grau de doutoramento há menos de 10 anos até à data de abertura do concurso e que pretendam trabalhar nestas matérias em Portugal pelo menos no ano subsequente à atribuição do prémio.

Processo de candidatura

    As candidaturas devem ter por base uma proposta escrita inédita para um trabalho de investigação prospetiva de âmbito multidisciplinar e internacional, orientados para um ou ambos dos seguintes temas:
  • Análise Prospetiva da evolução da capacidade académica, científica e tecnológica de Portugal e do seu relacionamento com o desenvolvimento social, económico, ambiental e cultural de Portugal no contexto internacional;
  • Análise Prospetiva da evolução da cooperação para o desenvolvimento, com enfase na evolução do Oriente e na relação de Portugal com essa evolução.
  • As candidaturas devem ser redigidas em língua inglesa com um número máximo de 20 páginas e apresentadas em formulário eletrónico disponibilizado para o efeito no sítio da internet da Fundação Oriente, em https://www.foriente.pt/, até ao prazo indicado no Edital de abertura do concurso, acompanhadas da identificação e Curriculum do(s) proponente(s), também em língua inglesa.

Será dada preferência a trabalhos de âmbito multidisciplinar e que incluam, sempre que possível e adequado, análise comparativa de âmbito internacional, com especial incidência no Espaço Europeu. Não serão aceites trabalhos que incluam exclusivamente análise estatística, sem incluírem análise de processos de âmbito social, económico, demográfico, cultural, ambiental e científico ou tecnológico.

As candidaturas podem ser individuais ou coletivas, devendo existir sempre um investigador responsável.

Critérios de avaliação

    O processo de avaliação e seleção é baseado nos seguintes quatro critérios:
  • Mérito da proposta de trabalho apresentada, que se pretende seja de elevado mérito científico no domínio da prospetiva com impacto social, económico, demográfico, ambiental e científico ou tecnológico;
  • Contribuição do trabalho apresentado para o reforço da investigação e dos estudos de prospetiva em Portugal;
  • Curriculum do(s) jovem(ens) investigador(es), incluindo tipo de publicações e nível de internacionalização;
  • Mérito científico e institucional da instituição e equipa de acolhimento do(s) investigador(es), juntamente com o compromisso do trabalho ser realizado em Portugal, pelo menos durante o ano seguinte à atribuição do prémio.

A avaliação será realizada por um Painel de Avaliação constituído por especialistas de reconhecido mérito, designado juntamente pela Fundação Oriente e pelo Instituto de Prospectiva.

Prazos

As candidaturas devem ser submetidas até 31 de dezembro de 2022 31 de janeiro de 2023, de acordo com o regulamento em vigor. O anúncio do prémio será feito até 31 de março do ano seguinte. A comunicação da decisão será efetuada por escrito a todos os candidatos.

Prémio

10.000,00 Euros

Regulamento